Este ano, por consequência da COVID-19, a Cia Ópera São Paulo em comum acordo com a Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa de São Paulo, Amigos da Arte e Fundação Cultural de Jacareí – instituições que patrocinam e apoiam o evento – decidiram realizar a edição 2020 do Concurso Brasileiro de Canto Maria Callas de forma remota neste mês de junho e confiantes que no mês de outubro os vencedores possam se apresentar ao público em São Paulo e Jacareí/SP.

Dois fatos merecem destaque: Primeiro, o empenho de 20 profissionais de vários países que imediatamente aceitaram o convite para integrar o corpo de jurados desta primeira iniciativa em nosso continente e ligada a ópera. Presidido pelo maestro brasileiro Luiz Fernando Malheiro, diretor artístico do Festival Amazonas de Ópera, somado a críticos, cantores de fama incontestável da cena lírica, diretores de revistas especializadas e agentes artísticos, o júri terá membros da Espanha, Itália, França, Inglaterra, Chile, Uruguai, Argentina, México e autoridades brasileiras como o compositor João Guilherme Ripper, presidente da Academia Brasileira de Música e diretor da Sala Cecilia Meireles no Rio de Janeiro.

E o segundo dado é que dos 125 inscritos para o Concurso presencial que aconteceria em abril, 74 candidatos aceitaram a mudança para esta versão remota. Um dado que muito nos orgulha e enaltece ainda mais a seriedade do evento que é reconhecido e considerado internacionalmente, por autoridades e publicações especializadas, como o principal Concurso de Canto Lírico da América Latina. Cantores do Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Venezuela e alguns latino-americanos que vivem na Alemanha, Estados Unidos e Inglaterra irão gravar em vídeo suas árias durante as duas fases, eliminatória e final. Os vídeos serão enviados para o júri avaliar e votar, além de serem publicados no Facebook para votação pública que terá um prêmio exclusivo.

Todas as categorias vocais serão premiadas este ano: sopranos, mezzos ou contraltos, tenores, barítonos, baixos ou baixo-barítonos, contratenores ou contraltistas, e o prêmio de público com votação aberta no Facebook, na página da Cia Ópera São Paulo.

Paulo Abrão Esper

O momento que estamos vivendo nos faz refletir sobre o futuro do nosso projeto e mudanças significativas acontecem este ano e, claro, já pensando na ampliação a partir de 2021. Focaremos em mais espetáculos, palestras, conferências e máster classes aos nossos jovens cantores e público em geral.

Para Paulo Abrão Esper – Diretor Geral e Artístico da Cia Ópera São Paulo e do Concurso Brasileiro de Canto Maria Callas